quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Precisa-se dar um “basta” ao politicamente correto (para o mundo), diz ministra israelense. "Peço que sigamos a Bíblia

A ministra israelense de Igualdade Social, Gila Gamliel, recebeu em nome de seu governo uma manifestação de apoio de deputados de 15 países que se opõem às tentativas da Organização das Nações Unidas (ONU) em deslegitimar a presença dos judeus em seu próprio território, e afirmou que é tempo de ser “biblicamente correto”.
Resultado de imagem para Gila GamlielGila Gamliel agradeceu a manifestação dos parlamentares dizendo que é importante lutar contra organizações que tentam reescrever a história a partir do pensamento pós-moderno: “Eu digo que já basta de sermos politicamente corretos, vamos ser biblicamente corretos […] Vocês estão do lado certo nesta história”.

A ministra se reuniu em Jerusalém com 27 deputados de 15 países diferentes em uma conferência organizada por diversas entidades, como Fundação Aliados de Israel (IAF), dos EUA; Congresso Mundial Judaico; a Embaixada Cristã Internacional em Jerusalém (ICEJ); e a organização Pontes pela Paz.
“A diplomacia baseada na fé está liderando esforços contra a deslegitimação de Israel”, comentou o presidente da IAF, Josh Reinstein. “Nós testemunhamos mais uma vez o surgimento do antissemitismo em todo o mundo, o que muitas vezes é formulado em posições políticas contra o direito de Israel de existir”, acrescentou.
No encontro, realizado na última segunda-feira, 09 de outubro, todos os parlamentares e representantes das entidades que organizaram a conferência assinaram uma resolução que repudia todas as iniciativas que visam negar as origens judaicas do Estado de Israel e da cidade de Jerusalém, assim como todas as evidências forjadas para acusar a nação de ser “ocupante” do território.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

A Força do Querer e a trans Ivana

No ano 2000, a atriz Carolina Dieckmann protagonizou uma cena famosa durante a novela “Laços de Família”, quando raspou a cabeça para mostrar um pouco do sofrimento de quem sofre com câncer. Rapidamente houve uma mobilização social sobre o tema, mostrando que os telespectadores se envolveram com a dor e o sofrimento de quem passava por aquela situação. Passados 16 anos, a Rede Globo tenta equivaler a catarse coletiva durante esta semana na novela “A Força do Querer”. A personagem Ivana, vivida pela até então desconhecida atriz Carol Duarte, revelou à sua família que se descobriu “trans”, ou seja, apesar de ter nascido mulher sente-se um homem por dentro.                                                                                                                                                          Mesmo assim, ela é apaixonada por Claudio (Gabriel Stauffer) e em breve ficará gravida do rapaz, o que faria de Ivana um “homem trans gay”.

 Parece confuso? Pois realmente éAinda mais que, na vida real, Carol é lésbica assumida o que apenas reforça a militância.

Esse experimento social é promovido pela autora Glória Perez, que já criticou os evangélicos, a quem chamou de “imbecis” quando criticaram suas novelas.
Ao contrário do que aconteceu com a novela “Salve Jorge” (2012) e a minissérie “O Canto da Sereia” (2013), até o momento nenhum líder evangélico criou movimentos de protesto ou pedidos para que se faça algum tipo de boicote à Rede Globo.

Talvez por que os evangélicos estejam assistindo menos novelas ou por que a passividade comum aos brasileiros tenha se instalado de vez dentro das igrejas.
As manchetes de alguns dos principais sites de notícia após a exibição da cena comprovam que há um movimento orquestrado da grande mídia para tentar normatizar o comportamento dos trans, usando para isso a carga dramática da cena.

Em vários textos publicados por jornais e colunas especializadas em TV exalta-se Ivana revelando que deseja ser Ivan, tentando apelar para os sentimentos do público acima da razão.
Veja abaixo alguns deles:

Pastor Carlos Neto:" Parece haver uma conspiração nos ares e nessa Terra para que a humanidade venha a aceitar e até mesmo, optar em ser transsexual.  Como se a criação divina estivesse errada e, agora "alguém" num "patamar superior" quer reconstruir ou desconstruir as coisas."  Verdadeiramente, Jesus Cristo está voltando é só lembrar que ele disse:"Eis que presto venho." ( O tradicional Vou ali e volto já !"
x

terça-feira, 25 de julho de 2017

Jim Carrey depois de “zombar” dos “Illuminati” promove Satanismo na TVe agora posa de “Crente”

Em janeiro de 2015, Jim Carrey fez uma aparição no programa do Jimmy Kimmel para promover seu novo filme. Ele não perdeu a chance e zombou nas "teorias de conspiração da Internet" ao fazer constantemente o "sinal do triângulo" com a mão, enquanto mostrava sua língua no meio. Ele disse que aquilo é a "língua que tudo zomba" dos Illuminati. Ele está fazendo exatamente o que a mídia tem feito há anos: ridicularizar para descredibilizar. 
Assista ao vídeo 


Em setembro:

Jim Carrey é acusado de ter comprado drogas que mataram sua ex-namorada


Jim Carrey foi acusado por ter comprado as drogas prescritas que mataram sua ex-namorada, a maquiadora Cathriona White, segundo o site TMZ. O processo contra o ator é do ex-marido de Cathriona.

Segundo o TMZ, a ação menciona que três tipos diferentes de pílulas foram encontrados em um frasco com o nome de Athur King, que seria um pseudônimo de Carrey. É ilegal comprar remédios com o nome de outra pessoa.
Ainda segundo a ação, Carrey teria dado o frasco com as pílulas para Cathriona três ou quatro dias antes da morte dela. O processo acrescenta que o ator sabia que a ex tinha tendência à depressão e já havia tentado se matar.
Carrey ainda não falou sobre as acusações.

Cathriona morreu em setembro de 2015, aos 28 anos. A causa da morte foi overdose de remédios, e pílulas foram encontradas perto de seu corpo.
                                                                                                                                                  Carta de suicídio
A maquiadora deixou uma carta de suicídio dirigida a Carrey, referindo-se à data em que o    casal terminou o relacionamento, em 24 de setembro. Cathriona publicou seu último tweet no dia 24 de setembro: "Deslogando do Twitter, espero que tenha sido uma luz para os meus queridos".
Jim Carrey, de 54 anos, e Cathriona se conheceram em 2012, namoraram por alguns meses e depois se separaram. Em maio de 2015, o casal voltou a namorar e terminou de novo.

Jim Carrey poderá vir a ser julgado pela morte da ex-namorada e maquiadora Cathriona White, por possivelmente ter conseguido as drogas que fizeram a maquiadora morrer por overdose.  A indícios que o ator também tentou dificultar o trabalho da investigação.

A juíza Deidre Hill do Tribunal Superior de Los Angeles se recusou a arquivar o processo contra Jim Carrey. O caso vai a julgamento no dia 28 de abril de 2018. Ele pode ser condenado por homicídio culposo, no caso quando não a intenção de matar, mas se tem a culpa pela morte. Já o advogado de Jim Carrey alega que as drogas dadas pelo ator à vítima não teria ligação com o caso.                                                                                                                                                                                                                                        
Os amigos da maquiadora falaram que ela se classificava como “loucamente apaixonada” pelo ator, mas que o relacionamento dos dois era como uma montanha-russaO relacionamento entre os dois começou em 2012 e foi cercado de momentos conturbados e várias idas e vinda.                                                                                                                                                                                                                                                                      Jim Carrey está com 55 anos, é ator, comediante, roteirista e produtor, tendo atuado em dezenas de filmes de comédia. Os principais que lançaram Jim Carrey ao estrelato foram “Debi e Loide”, “Ace Ventura” e “O Máscara”, todos lançados em 1994. Curiosamente, esses três filmes acabaram virando desenhos animados posteriormente.                                                                                                                                                                                 Jim Carrey também atuou em filmes dramáticos e de suspense, como “Brilho eterno de uma mente sem lembranças”, onde ele interpreta um rapaz que resolve passar por um procedimento para esquecer todas as lembranças de sua ex namorada, após saber que ela passou pelo mesmo procedimento. Outros filmes foram “O Show de Trummam” onde seu personagem descobre que sua vida na verdade é um grande reality show e “Número 23”, onde ele atua como um homem que se torna obcecado pelo número 23.                                        Jim Carrey também é conhecido por outros filmes, como “O todo poderoso”, “O Grinch”, “Batmam eternamente”, “O mentiroso”, “Desventuras em série” e “Sim senhor”.                                                                                                                                                          A eventual aproximação de Jim Carrey do Evangelho não foi notícia na imprensa norte-americana, muito menos na mídia voltada a celebridades, que é muito forte em Hollywood. No entanto, a fala do ator indica que ele tem se apoiado na fé para superar as adversidades, já que deverá enfrentar um julgamento pela morte da namorada em breve.

                                      Assista ao vídeo



" Seria esse o motivo de Carrey passar a demonstrar uma tão "rápida" conversão ao cristianismo evangélico ? Ou será apenas uma  "Maskara" a ser usada até o dia do julgamento ?  Vamos esperar para ver."                                                                       palavras de Carlos A. Neto - autor deste blog

sábado, 22 de julho de 2017

Em encontro com Caio Fábio, Kleber Lucas canta Paralamas do Sucesso


O pastor Caio Fábio compartilhou um vídeo gravado no último sábado dia 15/07 em que está junto com o cantor e pastor Kleber Lucas. Na ocasião, o artista interpreta “Lanterna dos Afogados”, hit do Paralamas do Sucesso.

   Cantor interpretou "Lanterna dos Afogados" e perguntou aos presentes se "também sabiam essa "música do mundo"

Kleber, que causou polêmica este ano por cantar “Epitáfio”, dos Titãs, em um culto, repetiu o feito.  a dificuldade da vida das mulheres que aguardavam os maridos pescadores voltarem pra casa, depois de uma rotina de labuta.

O nome da canção é baseado num capítulo do livro Jubiabá, do autor brasileiro Jorge Amargo. Nas palavras de Fábio, “O capítulo retrata o bar Cais do porto, onde as mulheres dos pescadores esperavam os seus maridos com lanternas, para ajudá-los a achar o caminho certo”. 

                                                                                                                                 A letra aborda a dificuldade da vida das mulheres dos pescadores que saem para pescar e nem sempre voltam para casa. Elas aguardavam os maridos com grande ansiedade e expectativa, pois o risco é frequente e as mulheres ficam aflitas, rezando e torcendo para que possam ver seus maridos de novo.



O nome Lanterna dos Afogados vem de um capítulo do livro “Jubiabá”, de Jorge Amado. O capítulo retrata o bar Cais do porto, onde as mulheres dos pescadores esperavam os seus maridos com lanternas, para ajudá-los a achar o caminho certo.
                                                                                                                                A canção foi tocada no violão por Kleber, que foi acompanhado por sua banda. Caio Fábio segurou o celular com a letra da música. Além dos Paralamas, “Lanterna dos Afogados” também foi gravada por Maria Gadú.

" Eu não concordo com essas práticas de "evangelização" porque no meu, parco, entender a reapresentação dessas músicas seculares podem acarretar um desejo, ainda que breve, de aquele que está ouvindo-as, dentro de um ambiente supostamente gospel, também sinta-se tentado a ir "só um pouquinho" a um show de artistas seculares."                                                                  palavras do pastor Carlos A. Neto autor deste blog
Em tempo:                                                                                                                                                                                                                                                                                     Relembrando os Beatles, Caio Fabio diz: “Na Papuda, fui tratado como se fosse Jesus, por todos!” 

segunda-feira, 12 de junho de 2017

CRENTE MALUCO PEDE PARA DEUS PARA MATAR MARIDO DA CANTORA GOSPEL DAMARES PARA CASAR COM ELA

Cantora Damares
Num vídeo amador, gravado dentro do carro, um homem, evangélico manda um recado, supostamente “profético” para a cantora Damares. Ao som de uma de suas canções, o homem afirma que Deus o escolheu para uma grande obra aqui na terra, mas que para isso precisará quebrar algumas barreiras.
Sem qualquer constrangimento, o homem declara absurdamente, que Deus matará o esposo da cantora para que ela se case com ele. Pois foi isso que ele pediu a Deus. Ele pediu Damares.
Esta seria apenas mais uma história absurda, de alguém que certamente está sofrendo de alguma paranoia e obsessão. Ele poderia ser apenas mais um desses. Infelizmente, porém, são centenas e centenas de pessoas que em Nome de Deus, ao redor do mundo, fazem e atuam em cima das doenças de suas próprias almas. Assim confundem milhares e são instrumentos na mão do Mal.
Que Deus tenha misericórdia deste homem. Veja o vídeo  AQUIOu Leia a transcrição do texto abaixo.

       " Este vídeo, estou mandando prá confirmar tudo o que o Senhor falou em minha vida. O Senhor me escolheu como ungido dele. O Senhor me escolheu prá fazer a obra dele aqui na terra.
Só que tem uma grande explosão do que Deus vai fazer e eu pedi a Deus…
Eu pedi a Deus você, Damares, você como esposa.
O senhor me concedeu você como esposa e quero avisar você, Damares, que este vídeo é para que você saiba que o Senhor quebrará todas as regras.
Porque Ele é Deus e tudo Ele pode para dar vitória ao filho dele e o Senhor me disse a mim que vai me dar como esposa e quero avisar a todos que o Senhor, O Senhor Deus, O Senhor matará o teu esposa para te dar a mim como esposa.
Assim é a obra de Deus na minha vida.
Eu agradeço e te aguardo Damares.
Eu te amo. "

terça-feira, 11 de abril de 2017

Pastor cai endemoniado e confessa que fez ritual de feitiçaria, um pacto com o Diabo, para fazer “milagres”.


Um pastor manifestou uma possessão demoníaca durante um culto e, depois de liberto da opressão, confessou que buscou ajuda na feitiçaria para operar milagres em sua denominação, que vinha sofrendo com a perda de fiéis.






O caso foi registrado na Nigéria, durante um culto na Synagogue Church of All Nations, denominação liderada pelo polêmico pastor T. B. Joshua. Durante uma oração para expulsar demônios, o pastor Victory Chiaka caiu se contorcendo.
Depois que a sessão de exorcismo foi concluída, Joshua questionou porque Chiaka se apresentava como pastor sem ser, pois, havia manifestado um espírito maligno.
“Sou o pastor Victory Chiaka e tenho oblema no meu ministério”, admitiu, relatando que havia procurado ajuda da feitiçaria para conter a perda de membros em sua igreja, no estado de Imo, por achar que era uma obra de feitiçaria que estava fazendo os fiéis procurarem outras denominações.
Ele confessou ainda que tomou uma poção oferecida por um feiticeiro local, a pretexto de garantir sua segurança contra inimigos e sucesso na condução da igreja: “Assim eu teria uma grande congregação”, afirmou, acrescentando que em uma das sessões, participou de um ritual de sacrifícios de animais, para que adquirisse o dom de ver “sinais” e operar milagres.
De acordo com informações do Express UK, Chiaka ainda afirmou que, como sua igreja vinha crescendo e algumas pessoas testemunhavam curas e milagres, ele achou que Deus havia aprovado suas escolhas.
Sua visita à igreja de T. B. Joshua, segundo ele, foi o momento de se encontrar com a verdade: “Eu senti como se um anjo de luz viesse até mim e, quando dei por mim, encontrei-me junto a um altar”, afirmou, reiterando que precisava mesmo de libertação.

- Pr. Carlos A. Neto: “ Depois desse acontecimento, chego até a pensar se aqui no Brasil também já não se praticam um “evangelho espiritualista” desse.  Bem, a Bíblia Sagrada da diz para nós o seguinte: ” Porquanto, tais homens são falsos apóstolos, obreiros desonestos (fraudulentos), fingindo-se apóstolos de Cristo.  E essa atitude não é de admirar, pois o próprio Satanás se disfarça de anjo de luz. Portanto, não é surpresa alguma que seus serviçais finjam que são servos da justiça. O fim dessas pessoas será de acordo com o que as suas ações merecem.           2 Coríntios 11.13-15
ASSISTA AO VÍDEO

quinta-feira, 30 de março de 2017

Ex-travesti, que hoje é pastor e casado / Testemunhos de ex-homossexuais convertidos ao Evangelho são censurados

O testemunho de conversão de um homossexual vem, sempre, acompanhado de muitas críticas da sociedade, que via de regra, diz ser impossível que alguém com atração sexual por pessoas do mesmo sexo mude sua orientação. E, em muitos casos, os relatos dessas situações são censurados e omitidos.

O pastor evangélico Joide Miranda, de 47 anos, que até os 26 era travesti, alega que ainda sofre preconceito por defender uma “restauração sexual”. Casado, ele e a mulher ajudam pessoas que decidem deixar o que chamam de ‘estado de homossexualidade’. Entre as ofensas recebidas, uma ameaça de morte já foi direcionada aos missionários na internet.
Entre os relatos da hostilidade que sofreu, o pastor contou que dois homens chegaram a persegui-lo nas igrejas durante as pregações. Pela internet, ativistas da causa gay chegaram a ameaçá-lo de morte, segundo o pastor, que hoje dá palestras pelo país.

“A mensagem dizia que meus dias estavam contados e que eu seria destruído”, lembrou. As ofensas nunca partiram para algo mais sério. Porém, as mensagens ficaram arquivadas, caso eles precisassem registrar um boletim de ocorrências.
A plataforma Vimeo, concorrente do YouTube, segue uma política mais flexível do que o serviço de streaming do Google, e permite, por exemplo, a publicação de filmes pornográficos. Porém, existem relatos de que os administradores estariam deletando os vídeos de ex-homossexuais que abandonaram a prática.                                            
Os homossexuais são pessoas maravilhosas, profissionais excelentes e não gostam de parada gay e exposição.   Os ativistas gays é que agridem e nos chamam de homofóbicos e "fundamentalistas", declarou.
      Para Joide, (nas duas primeiras fotos do blog) as ofensas não têm fundamento, já que ele prega a igualdade.  A partir da experi~encia pessoal, Joide decidiu ajudar outras pessoas, junto com a mulher, a missionária Édna Miranda, orienta e aconselha quem quer "deixar de ser gay".  de acordo com o pastor, o trabalho é sempre de receber e dialogar com as pessoas.  "Se eles quiserem sair dessa vida, mostramos que tem uma luz.  Porém, quem não quiser não podemos fazer nada", explicou.
   " Édna contou que os ‘pedidos de socorro’ são tantos,
 que nem sempre eles conseguem atender todas as pessoas.
 “Existe uma multidão, mas elas não são mostradas”, disse, 
completando, que os gays que saem do
 ‘estado de homossexualidade’ são recriminados. “
Um Livro é Escrito
                                                                                                                                                       
   Joide lançou, em 2013, o livro ‘A intimidade de um ex-travesti’, em 
que conta sua trajetória desde a infância até se tornar evangélico. Na obra,
 ele revela segredos nunca revelados.
É no livro que o pastor relata a preferência desde pequeno por brincar com 
as meninas e isso causava estranhamento nos garotos da mesma idade.
 “Lembro-me que nessa fase, passei a gostar muito de boneca e de casinha
 com minha irmã Rita”, diz um trecho.
Em outras páginas ele narra toda a história dele. A saída de Cuiabá, a temporada 
no Rio de Janeiro e em São Paulo, os implantes de silicone, a prostituição,
 a chegada na Europa, o diagnóstico de HIV, o encontro com Deus e o 
casamento são contados no livro.

 Depois de se tornar religioso, ele retirou as próteses de silicone dos seios e
 o silicone industrializado dos quadris.
Em outro momento, conta como descobriu que era soropositivo
“Fui denunciado por traficar pessoas para a prostituição por um travesti que
 veio do Brasil. Levaram-nos para o Presídio de Segurança Máxima San Vitorio. 
Chegando lá, cumprimos todos os procedimentos. Um deles era o teste de HIV.
 O resultado do meu teste foi positivo”, diz.

‘Pedidos de socorro’
Os missionários dizem receber incontáveis pedidos de ajuda. Joide e Édna já

 chegaram a receber e-mails e telefonemas de pessoas da Alemanha, 
Japão e França. Segundo eles, os contatos mais frequentes são de pessoas
 que querem voltar a serem heterossexuais. No entanto, grande parte dos pedidos
 também e feita por pais e mães que não concordam com a sexualidade dos filhos.
Casamento
Casado há 17 anos, e pai de Pedro, de quatro anos, Joide diz que hoje vive em

 paz e que se sente realizado. “Amo minha casa, meu filho. Tenho prazer no que
 faço e me dedico fielmente à pregação”, afirmou.

Os dois se conheceram em 1992 durante um depoimento (testemunho de vida) de Joide na 
igreja. Convidada por uma amiga, mesmo com
 receio, ela foi ouvir as histórias “do ex-travesti 
recém-convertido”. Na época, ela diz que pedia
 a Deus que um bom homem entrasse em sua
 vida. Porém, nunca imaginou que iria se casar
 com um ex-gay.
“Se Deus me perguntasse naquela época se
 queria ter um ex-travesti como marido, é claro
 que eu diria não, mas fui surpreendida e 
acreditei. Hoje, não sou casada com um gay, 
nem com um travesti, mas com um heterossexual restaurado por Deus”, declarou.
A mãe de Joide, Odete Miranda, foi a primeira a acreditar no filho e disse ter orado muito para a restauração sexual dele. “Deus não faz
 nada que não seja perfeito. E Ele fez meu filho homem e ele tinha que virar
 homem”, afirmou.